domingo, 28 mai 2017
Administração

Palavras-chave: ‘poesia’

A beleza da vida

Toda beleza da vida E todo mistério profundo Nos são suficientes para alegrar O coração moribundo De quem sabe que todas as coisas são apenas, A ilusão de um segundo. Pobres homens, Achando que vivem, num êxtase profundo Tirando prazer das coisas do mundo, Não se dão conta do que é mais feio, ou rotundo. […]


Terra que flutua

O tudo e o nada, O sal e a espada, O peito da amada, Fazem parte desta enorme, Orbe afastada, Que flutua sem suportes, Entrefortes e armada, Apenas pelo pensamento, Da forma inesperada, De um Ser que nos separa e une A cada alvorada, Escrevendo a cada dia, No mar da vida, com sabedoria, A […]


Vidas por meus olhos

Por meus olhos vidas se passaram, E todas se acabaram, Algumas em mim, Todas por fim. E eu que não sabia, Nem tampouco me arrependia, Pude enfim compreender que, Do que havia feito, ou fazia. Só tive até então a vida vazia. E meu espírito ansioso de ascender Subir, desobscurecer… Para enfim aprender Que ajudando […]


Sabedoria

De que me adianta tanta Sabedoria? Se no fundo a poesia Da vida me confia O pesar, com o fim da filosofia Frente ao mar infindo, da melancolia? Frente, verso, anverso Que fazes da tua filosofia Que na vida de nada serviria, Se apenas confiasse, Em tua sabedoria? Saber, dessaber, irar, escrever Letras que me […]


Contra-poesia

Sem prosa, sem rima, Como uma pantomima, Exprime, como esgrima, A ignorância que me sublima. Falsa poesia, em pobres versos, Incompletos, mal-feitos, controversos, Ainda assim aquecem o meu peito, Que mesmo contrafeito, aceita tal filosofia. Prosódias, versos, poesia, Quem diria que tal sabedoria, Um dia brotaria Da minha imensa cegueira, E me tomaria, Se transformando […]


Glândulas

Abençoadas fábricas de humores, com pequenas doses e sabores Vem mudar a química do corpo Alterando cores, odores e fatores Até a consistência de nossos amores. Oxitocina, melatonina, serotonina Gotas que transformam impulsos e razão, em pura emoção Fazendo do homem a mais bela criação. Desejos, pulsões, tesão Tudo não passa de formulação Dessas pequenas […]


Thiago de Mello

Eu, como manauara da gema que sou, padeço de uma grande, gigantesca mesmo, ignorância a respeito das grandezas de nossa terra, entre estas posso comentar de uma, da qual me senti  envergonhado à alguns dias, o desconhecimento da obra do poeta de nossa terra, o Amazonas, Thiago de Mello.Já havia ouvido seu nome inúmeras vezes, […]


 

ARQUIVO MORTO

AOS MEUS PACIENTES

Nos últimos 10 anos tive pacientes dos mais diferentes tipos no meu consultório: tive os agradáveis, os difíceis, os que queriam resolver logo sua vida, os que queriam apenas aliviar suas dores, aqueles que não sabiam o que queriam, os curiosos; alguns jovens, corajosos; anciãos às portas da morte, pacientes espiritualizados, céticos, cínicos, com fé demais, com fé de menos, "loucos varridos", pacientes divertidos, prepotentes, alguns amargos; todos de alguma forma doentes... de tudo: do corpo... da alma... do coração; mas todos com algo em comum, a necessidade de dividir suas dúvidas e angústias com alguém, de encontrar uma saída para suas dores e formas de acertar o que estava errado em suas vidas.

(clique aqui para ler na íntegra.)

VÍDEOS

YouTube responded to TubePress with an HTTP 410 - No longer available

CONSULTAS EM MANAUS