segunda-feira, 21 jan 2019
Administração

Palavras-chave: ‘amante’

Quando razão e emoção não bastam

Estou me vendo a alguns meses frente a um problema comum ao de muitas pessoas na figura de um novo paciente, D. vou chama-lo assim, é um homem maduro, bem empregado e inteligente, mas que foi fisgado por uma armadilha do destino, ou melhor, do seu coração: Começou a ter um caso extraconjugal anos atrás […]


A vida num olhar

P.M. é um senhor de 50 e poucos anos, inteligente e bem sucedido que chegou ao consultório em 2013, se encontrando numa fase da vida em que já está pensando em se aposentar. Casado a quase três décadas com uma mulher que diz ser ótima companheira e com quem tem uma sintonia excelente veio à […]


Histórias de amor que não se fecham

Ao tomar as primeiras queixas de uma nova paciente ontem, J., “pesquei” entre seus problemas uma paixão mal-resolvida do passado e isso, apesar de não ser nenhuma psicopatologia específica, pode causar, como no caso dela, uma sensação de incompletude permanente que vai ser muito desagradável e pode durar décadas ou até uma vida. A partir […]


O verdadeiro amor

Recebi uma nova paciente esta semana, com uma queixa comum, ela não consegue se desapegar de uma antiga paixão por um homem que diz ter travado sua vida emocional por quase 20 anos. Muito ansiosa, ao ponto de se atrapalhar com as palavras o tempo todo, com alguma dificuldade consegui colher sua história e coloca-la […]


Casos, paixão e sofrimento

Recebi ontem um novo paciente, D. que vivendo um problema relativamente comum e por isso mesmo bom de discutir aqui. D. tem 45 anos, é casado a alguns anos e tem uma filhinha de 9 anos, diz que sempre teve “casinhos” extra-conjugais, normalmente com mulheres comprometidas, casadas, noivas ou num relacionamento sério com alguém, mas, […]


 

ARQUIVO MORTO

AOS MEUS PACIENTES

Nos últimos 10 anos tive pacientes dos mais diferentes tipos no meu consultório: tive os agradáveis, os difíceis, os que queriam resolver logo sua vida, os que queriam apenas aliviar suas dores, aqueles que não sabiam o que queriam, os curiosos; alguns jovens, corajosos; anciãos às portas da morte, pacientes espiritualizados, céticos, cínicos, com fé demais, com fé de menos, "loucos varridos", pacientes divertidos, prepotentes, alguns amargos; todos de alguma forma doentes... de tudo: do corpo... da alma... do coração; mas todos com algo em comum, a necessidade de dividir suas dúvidas e angústias com alguém, de encontrar uma saída para suas dores e formas de acertar o que estava errado em suas vidas.

(clique aqui para ler na íntegra.)

CONSULTAS EM MANAUS