domingo, 23 abr 2017
Administração

Minha vida noutras vidas

Neste espaço estarão sendo relatadas minhas vidas em diversas existências. Apesar da reencarnação ainda ser algo que não conta com a aprovação da ciência mais ortodoxa, que a relega injustificadamente aos cuidados das religiões nas regressões revividas por mim, principalmente na época de minha formação como terapeuta, pude sentir em cada vida seus ódios, amores e entendi como eram meus relacionamentos. Nestes relatos não procurei dar nehuma comprovação dos postulados da vida após a morte ou da reencarnação e sim procurei transmitir como essas experiências me fizeram mudar como homem, profissional e ser social e ajudaram a me tornar o ser que sou hoje. Tudo como resultado da reprogramação que fiz de minhas crenças e valores e de um enorme esforço em superar a mim mesmo. Tentarei fazer ver a evolução por que passei, não tanto no sentido cronológico, mas no sentido de crescimento e esclarecimento da minha compreensão, inteligência e senso moral ao longo dos séculos, assim como acontece a todos nós em nossa longa viagem espiritual através das eras. Ao me acompanhar nesta viagem no tempo através de minhas estórias o leitor ter uma ideia de como se processa a terapia e de como é a nossa evolução espiritual ao longo de nossa existência.vida noutras

Por mais que seja um tema que desperta grande curiosidade, por tratar de vida após a morte, espiritualidade, situações e personagens históricos, devemos nos lembrar que a terapia de vidas passadas (TVP) sempre vai ter como meta as melhoras psicológicas, biológicas, sociais e espirituais do indivíduo. Foi assim comigo e é assim que as terapias sérias funcionam. Minhas regressões e a de todos meus pacientes não devem ser vistas apenas como curiosidades, mas como manifestações de um inconsciente que deseja ajudar o indivíduo na busca de suas próprias melhoras. Clique nos sub-títulos do menu e conheça as estórias que vivi.

 


6 Comentários

  1. Conheço uma pessoa ha mais de 6 anos e só aos 4 no apróximamos, na primeira vez que fiquei frente a frente com ele, trocamos olhares e sorrimos um pro outro, naquele dia senti algo diferente forte o coraçao acelerou, senti como se ja o conhecesse bem antes desse dia e sei que tambem ele sentiu o mesmo , há anos talvez. Os dias passam e nos aproximamos cada dia mais e tudo que eu fazia tanto de trabalho como na amizade pra ele sentia como se eu ja tinha feito aquilo antes, como se eu tivesse estado ali num sonho e fazendo as mesmas coisas que ali eu estava fazendo. Eu convivia maritalmente com uma pessoa sua religiao, espiríta,temos dois filhos fruto de convivencia de 14 anos. Desde de que me aproximei dessa outra pessoa meu marido começou com ciúmes e que hj pra mim estava ficando doentio. Nunca escondi o imenso carinho e respeito que sentia por esse amigo á ninguem menos ainda ao meu marido. Resumindo o ciúme de meu marido aumentou, ele vivia convidando esse meu amigo pra fazer uma visita ao centro espirita que ele frequenta e que não entendia o pq de tanto convite, esse meu amigo tambem é dessa mesma religiao. Apos nossa última briga meu marido chorando me revelou o pq desses convites, ele me disse que em outra vida esse meu amigo e eu erámos marido e mulher. Isso me foi como um choque e hj como a muito tempo tambem sigo essa religiao mas nao prático uma outra amiga seguidora dessa religiao me falou que ja sentiu que existe algo muito forte entre a gente. Uma outra ja me confirmou isso também, eu acredito muito em vidas passsadas,ás vezes ele esse meu amigo me fala umas coisas que me faz pensar que ele quer me dizer algo ou sabe de algo mais e por medo nao me fala Quando penso que pode acontecer comigo mesmo é um pouco dificil de acreditar, tenho muitas dúvidas sem respostas, medo ao mesmo tempo uma alegria, sempre tive vontade de fazer uma regressão e saber quem eu realmente era antes dessa minha vida e me fazer entender certas coisas, saber respostas de muitas coisas. Enfim espero que possa dar-me um conselho sobre.

    Agradeço a atenção.

    1. Bom dia Fabíola,
      Vamos lá, tentar lhe ajudar a entender o que está acontecendo.
      É comum a simpatia gratuita entre espíritos que tenham se conhecido em vidas passadas, assim como a antipatia, o ódio ou om amor, mas devemos ter cuidado com uma coisa; nossas responsabilidades com a vida que estamos vivendo agora. Se você casou com outro e tem já uma família constituida é porque isso foi escolhido como sua base de vida e existência social nesta vida, por vc mesma, com todos seus deveres; não se engane com nenhum amor do passado, pois estes também tiveram problemas, separações e mortes, muitas vezes violentas. O importante é que naquelas vidas esses relacionamentos românticos cumpriram seu papel, nesta vida talvez seu papel seja outro de amigos, parentes próximos e até desconhecidos, que podem nos fazer sentir emoções que estão guardadas às vezes à centenas de anos, mas não quer dizer que deveríamos reviver esses relacionamentos a cada nova reencarnação, pelo contrário, é muitíssimo mais interessante encontramos novos e melhores amores que nos auxiliem em nossa evolução.
      Quanto a querer saber quem vc foi em outras vidas é interessante sim, como terapia, e não apenas por curiosidade, essa não ajuda em nada; vc poderia procurar um terapeuta de vidas passadas sério e se tratar. Agora se vc quer sair dessa sinuca em que está seu casamento, lhe sugiro se afastar o mais rápido possível desse “amigo” antes que ele se torne mais do que isso e vc descubra tarde demais que “príncipes encantados” na verdade podem esconder problemas potencialmente destrutivos. Dê mais valor à sua família, ela é do presente, lhe ama e é a com quem vc DEVE viver nessa encarnação. Não nutra ilusões.
      Abraços, Ney

  2. oie bom eu amo meu melhor amigo mais ele as vezes demostra q gosta e horas nao o q pode ser?

    GRATTTA

    1. Talvez ele apenas lhe ame como amigo, cuidado com suas fantasias elas podem lhe ferir. Se for o caso converse com ele claramente. Boa sorte

  3. o meu primeiro namorado nao sai da minha cabeça voltamos a se falar e ele disse q pensa muito em mim tambem, temos uns pequenos probleminhas sou um pouco mais velha que ele , e a familia dele nao sabe do nosso envolvimento talvez nao aceitaria – a gente fica se falando todo dia um nao sai da cabeça do outro .Sera que temos alguma coisa de outras vidas , ele por ser mais novo e muito maduro e cuida muito de mim , temos muita afinidade um com outro tipo de contar tudo o q se passa mesmo depois de 2 anos de afastamento sempre temos muito carinho um com o outro. O que faço!!!

    1. Boa noite Tatiane,
      Pode ser que o que vocês sintam seja amor, um pelo outro, do tipo que nos liga por muito tempo nesta e em outras vidas, mas independente da época, procure pela sua felicidade, se tiver companhia para a caminhada melhor ainda, desde que não faça ninguém sofrer, não ligue tanto para a opinião alheia, afinal a vida sua. Carpe Diem.

 

ARQUIVO MORTO

AOS MEUS PACIENTES

Nos últimos 10 anos tive pacientes dos mais diferentes tipos no meu consultório: tive os agradáveis, os difíceis, os que queriam resolver logo sua vida, os que queriam apenas aliviar suas dores, aqueles que não sabiam o que queriam, os curiosos; alguns jovens, corajosos; anciãos às portas da morte, pacientes espiritualizados, céticos, cínicos, com fé demais, com fé de menos, "loucos varridos", pacientes divertidos, prepotentes, alguns amargos; todos de alguma forma doentes... de tudo: do corpo... da alma... do coração; mas todos com algo em comum, a necessidade de dividir suas dúvidas e angústias com alguém, de encontrar uma saída para suas dores e formas de acertar o que estava errado em suas vidas.

(clique aqui para ler na íntegra.)

VÍDEOS

YouTube responded to TubePress with an HTTP 410 - No longer available

CONSULTAS EM MANAUS