sábado, 21 out 2017
Administração

O caçador

O ano era 1850, nos Estados Unidos, lá vivia a personagem de S.C, cliente em tratamento no ano de 2003. Pela boca de meu cliente aquela personagem me contou uma história tocante, que ficaria para sempre perdida sob os escombros do tempo se não fora o seu inconsciente traze-la de volta, com toda a sua emoção e aprendizado. Vale a pena conhece-la.

“Vejo um lago, pássaros cantando, muito verde e uma natureza cheia de vida, num lugar muito frio; também tem uma cabana de madeira, coberta de sapê. Como é belo download (3)esse lugar…estou esperando a caça, sentado na beira de um lago, é isso que faço: pego animais para comer sua carne e vender ou trocar suas peles. Meu personagem é um caçador, forte, alto, ruivo de barba grande e olhos azuis; uso roupas e um gorro de peles. Penso que tenho que voltar com comida para minha família, tenho saudade de casa. Mas vou ficar aqui até juntar peles e carnes o suficiente.

Mas logo que cheguei aconteceu uma desgraça: eu tinha mandado que ninguém saísse de casa sem minha autorização, mas meus filhos saíram, descobri quando cheguei da caçada, e eu explodi…dias antes eu havia perdido uma filha que havia saído também sem que eu soubesse… e sumiu, tinha apenas 13 anos. …fiquei com muita raiva, tive um acesso de ira…gritei com minha mulher e meus outros filhos, eram três, descontrolado agredi minha mulher com as mãos, ela ficou chorando, mas não consegui parar…descarreguei toda a minha raiva nela…eu não queria…mas ela bateu com a cabeça”. — Falou com voz de arrependimento — “Quando recobrei a lucidez já era tarde…ela tinha morrido…meus filhos ficaram me culpando por isso e a partir dali minha vida acabou, ninguém me queria mais…perdi todos que amava. Chorei muito depois disso, com pena e ódio de mim mesmo” — S.C chorava contando a história.

“Depois de tudo aquilo nunca mais sorri, passei a viver por viver, na floresta, caçando…esperando chegar um dia minha hora. Queria que um dia eu errasse e um urso me pegasse. Estava com mais ou menos 45 anos e me sentia muito cansado”. — Sua fala expressava o cansaço e tristeza que sua personagem sentia — “Nessa época, numa das minhas caçadas o tempo estava muito, muito frio e resolvi voltar para meu abrigo, mas não conseguia andar mais, estava congelando…vou morrer”.

Após esse relato senti todo o pesar daquele caçador, ao fazer seu relato S.C transmitia todo o sofrimento e a dor do remorso que sentia ali, tinha perdido não só a filha, mas a família e o sentido da vida, por seu próprio descontrole, mas tínhamos que terminar a história, e lhe perguntei como ficou seu corpo e o que seu espírito resolveu depois de sua morte.

“Fiquei como um bloco de gelo, vestido de farrapos, vi muito bem meu rosto, com a barba congelada e os olhos esbugalhados. Pensei — Já em espírito — Que estava me libertando, mas havia perdido tudo, tinha estragado um encarnação…senti raiva de mim mesmo e quis encontrar minha mulher para lhe pedir perdão…o que ocorreu não foi por culpa dela”. Seu espírito continuou ainda a refletir: “Se eu não tivesse explodido nada daquilo teria acontecido, prejudiquei a mim e a meus filhos, interrompi a encarnação da minha mulher só porque não fizeram o que mandei…”

Ao final da regressão, pesaroso, mas mais aliviado me disse quais eram suas últimas decisões: “Eu vou domar esse gênio terrível…tentar corrigir meus erros…gostaria de saber da minha filha”

 


 

ARQUIVO MORTO

AOS MEUS PACIENTES

Nos últimos 10 anos tive pacientes dos mais diferentes tipos no meu consultório: tive os agradáveis, os difíceis, os que queriam resolver logo sua vida, os que queriam apenas aliviar suas dores, aqueles que não sabiam o que queriam, os curiosos; alguns jovens, corajosos; anciãos às portas da morte, pacientes espiritualizados, céticos, cínicos, com fé demais, com fé de menos, "loucos varridos", pacientes divertidos, prepotentes, alguns amargos; todos de alguma forma doentes... de tudo: do corpo... da alma... do coração; mas todos com algo em comum, a necessidade de dividir suas dúvidas e angústias com alguém, de encontrar uma saída para suas dores e formas de acertar o que estava errado em suas vidas.

(clique aqui para ler na íntegra.)

VÍDEOS

YouTube responded to TubePress with an HTTP 410 - No longer available

CONSULTAS EM MANAUS