terça-feira, 23 mai 2017
Administração

Nas Guerras Napoleônicas

Descobri a importância das Guerras Napoleônicas, assim como de outros marcos históricos, através dos meus pacientes. Seus relatos contados dentro de um contexto histórico ganharam cores e intensidade como nunca poderíamos encontrar em nenhum livro. Foi o que ocorreu com estes conflitos do século XIX. Eles ocorreram na Europa de 1799 até 1815, nos quais quase todas as nações europeias pegaram em armas contra Napoleão Bonaparte, líder da França. A subida de Napoleão ao poder ocorreu em meio à crise que havia no Diretório (1795-1799). Para entendermos melhor como as personagens de meus pacientes se encaixaram dentro de seu contexto histórico vou explicar resumidamente os fatos que ocorreram nesta época; a seguir é só escolher a história nos menus e clicar.

A ascensão de Napoleão chegou ao ápice em 1804, quando se declarou imperador Napoleão I. A partir de 1807 com todo oGuerras napoleonicas poder em suas mãos, começou a quebrar a burocracia do governo, ignorando todos os órgãos administrativos e legislativos . A expansão do Império Napoleônico causou enormes atritos com os demais países europeus, quase todos representantes do Antigo Regime, inúmeras coligações foram realizadas a partir disso para tentar deter a expansão territorial francesa. Esse temor era explicado pela velocidade com que os exércitos napoleônicos realizavam suas conquistas.

Em meio à todas essas manobras a Espanha aliou-se à França, fazendo a Inglaterra atacar as colônias espanholas na América e no Caribe, o que gerou uma crise interna na Espanha. Vendo que sua aliada estava com grandes problemas, Napoleão derrubou o rei espanhol e colocou no lugar seu irmão José Bonaparte o que fez o povo a voltar-se contra ao imperialismo francês. Em 1805, o Imperador Francês ordenou que as Forças Navais Franco-Espanholas invadissem a Inglaterra. Milhares de navios de guerra foram em direção a ilha da Grã-Bretanha, porém, foram impedidos de seguirem caminho na região de Trafalgar, naquela batalha que ficou conhecida por este nome. Os ingleses travaram um espetacular combate naval contra os franco-espanhóis que foram derrotados pela esquadra naval britânica. A Inglaterra conseguiu impor sua hegemonia nos mares e Napoleão frustrou-se com a ideia de invadir a Inglaterra. Napoleão percebeu que seria muito difícil entrar em solo inglês e derrotar a Inglaterra. Ele então elaborou um novo plano, destruiria a economia inglesa através de um bloqueio econômico denominado “Bloqueio Continental”.

O Império Francês que contava com o apoio do Governo espanhol tentava persuadir o Reino de Portugal para que se juntasse a eles no objetivo de cumprir o Bloqueio Continental e lutar contra a Inglaterra. Mas o Governo Português, que tinha grandes laços comerciais com os ingleses, não acatou a ordem de Napoleão. O representante de Portugal, o Príncipe Dom João fugiu para o Brasil com toda a corte lusitana para preservar a Família Real Portuguesa, logo após isso, Portugal foi invadido pelos franceses. A Inglaterra estava consciente que era o momento certo para derrotar definitivamente a França e convocou novamente as monarquias europeias para a ultima e decisiva luta contra Napoleão em 1813, na “Batalha Leipzig”. Incrivelmente o temido exercito francês foi facilmente derrotado. Enfrentando rebeliões em todos cantos que ocupava na Europa, o Império Françês estava desmoronando, as Forças Absolutistas já estavam em solo françês destruindo a França Republicana. O Império Francês chegava ao seu fim definitivamente, e Napoleão exilado novamente, desta vez na Ilha de Santa Helena na África. O Imperador Francês morreu nesta ilha em 1821.


 

ARQUIVO MORTO

AOS MEUS PACIENTES

Nos últimos 10 anos tive pacientes dos mais diferentes tipos no meu consultório: tive os agradáveis, os difíceis, os que queriam resolver logo sua vida, os que queriam apenas aliviar suas dores, aqueles que não sabiam o que queriam, os curiosos; alguns jovens, corajosos; anciãos às portas da morte, pacientes espiritualizados, céticos, cínicos, com fé demais, com fé de menos, "loucos varridos", pacientes divertidos, prepotentes, alguns amargos; todos de alguma forma doentes... de tudo: do corpo... da alma... do coração; mas todos com algo em comum, a necessidade de dividir suas dúvidas e angústias com alguém, de encontrar uma saída para suas dores e formas de acertar o que estava errado em suas vidas.

(clique aqui para ler na íntegra.)

VÍDEOS

YouTube responded to TubePress with an HTTP 410 - No longer available

CONSULTAS EM MANAUS