sábado, 19 ago 2017
Administração

Perder a alma

Eu sempre achei que havia entendido o sentido das palavras do Cristo: “De que adianta uma pessoa ganhar o mundo inteiro e perder sua alma?” ( Marcos 8:36), até poucos dias atrás, quando percebi que não tive a exata noção da profundidade de sua sabedoria em uma experiência próxima a mim, vou lhes contar como isso aconteceu e de como se deu meu entendimento a partir daí.

Estava eu numa reunião social, daquelas aonde se encontra a nata da sociedade de cada cidade, aceitei o convite de um amigo e fui, sabendo  sempre são lugares para se ver e ser visto, e aonde a vaidade tem lugar cativo em todas as mesas, até aí tudo bem e correndo normalmente, pois faz parte do jogo social humano esse tipo de relação onde a amabilidade superficial e a presença demarcam os territórios e status de cada um. Nesse ínterim chegou uma figura muito conhecida, que sabe muito bem lidar com esse meio e com a imprensa, se servindo da mídia para sua auto-promoção de forma muito eficiente com propósitos ambiciosos de poder e distinção bem conhecidos por todos. Figura respeitada e temida, já era do meu conhecimento a mais de 15 anos, desde o tempo de trabalhadora humilde a qual acompanhei o sucesso meteórico pela imprensa e comentários de amigos comuns.

A muito não a reencontrava e depois de algum tempo no local, entre uma foto e outra, me reconheceu e me dirigiu um cumprimento me olhando nos olhos, nesse momento entendi o que Jesus quis dizer. Ali estava alguém que havia perdido sua alma, uma casca vazia do que havia sido um dia uma personalidade, hoje transfigurada em imagem pública apenas forjada para atender interesses ambiciosos e de poder que lhe afastaram do mundo, alienando-a de forma irremediável. Nos seus olhos pude perder a almaperceber o vazio de um corpo sem alma, de uma vida sem sentido, de um espírito que se calou pela busca frenética pelas coisas do mundo, enfim uma alma que se perdeu em caminhos ilusórios de riqueza e poder; ressoava incessantemente  em minha mente aquelas palavras: “De que adianta…?”, a questão é justamente essa, o que vale a pena viver se você não tiver a sensibilidade, a alma ou algo que repercuta dentro de si por aquilo que conquistar? De que valem as conquistas e os sucessos sem a paz para desfruta-los? Ou ainda, de que vale a vida e seus prazeres se nada pode nos preencher, pois perdemos nossa essência?

Aí foi que pude entender o que o Cristo nos transmitiu em toda a sua grandeza, será que ele teve alguma experiência assim a seu tempo? ou foi apenas sua própria iluminação? Nunca saberei, mas levei 50 anos para descobrir, e juro que tive uma sensação muito desagradável e estranha ao ficar perto de alguém que se desconectou de sua alma, de sua essência primal, e garanto que, pelo que pude sentir não há nada que valha a pena isso. Nenhum tesouro do mundo, nem a fama a glória ou poder podem pagar aquilo que nós temos de mais valioso, o nosso espírito, pois é por ele e com ele que temos a experiência da vida, duma vida que pode ser esplêndida e cheia de experiências maravilhosas, como coisas que nada nem ninguém pode comprar. Assim sendo entre ganhar o mundo ou a sua alma não tenha dúvidas, fique com sua alma, essa vai lhe dar a alegria e felicidade verdadeira, além de qualquer meio e em qualquer mundo.


 

ARQUIVO MORTO

AOS MEUS PACIENTES

Nos últimos 10 anos tive pacientes dos mais diferentes tipos no meu consultório: tive os agradáveis, os difíceis, os que queriam resolver logo sua vida, os que queriam apenas aliviar suas dores, aqueles que não sabiam o que queriam, os curiosos; alguns jovens, corajosos; anciãos às portas da morte, pacientes espiritualizados, céticos, cínicos, com fé demais, com fé de menos, "loucos varridos", pacientes divertidos, prepotentes, alguns amargos; todos de alguma forma doentes... de tudo: do corpo... da alma... do coração; mas todos com algo em comum, a necessidade de dividir suas dúvidas e angústias com alguém, de encontrar uma saída para suas dores e formas de acertar o que estava errado em suas vidas.

(clique aqui para ler na íntegra.)

VÍDEOS

YouTube responded to TubePress with an HTTP 410 - No longer available

CONSULTAS EM MANAUS