segunda-feira, 24 abr 2017
Administração

Visitas do passado

Nesta página vamos encontrar relatos de situações muito interessantes vividas no meu consultório e que todas relatadas por meus clientes durante suas regressões. Na sua grande maioria estas tem relação direta com acertos de contas e tentativas de vingança por parte de personagens do passado que, ao serem relembrados por via da regressão, encontram um caminho ou meio para expressar sua dor e sua ira. É uma situação que nos faz pensar que na realidade nossa consciência transcende tempo e espaço, pois quando à a interação de meus clientes e essas consciências, eles muitas vezes entram em discursões e conflitos que dificilmente poderiam ter sido imaginados, mais pareciam, e parecem, o embate entre duas inteligências antagônicas. Rolando o menu principal vai aparecer uma lista de histórias que foram anotadas por mim ao longo dos últimos anos.

Einstein, lá no começo do século XX, provou matematicamente que viagens no tempo são possíveis, demolindo a teoria do tempo absoluto, de Newton, que vigorava até então, daí brotaram uma série de postulados mostrando que o tempo passa diferente para cada indivíduo, essa nova visão mudou a forma da humanidade entender a realidade, principalmente naquilo que se entendia como espaço-tempo. Hoje conceitos sobre universos paralelos, vida multidimensional e permanência da consciência após a morte saíram da esfera religiosa ou apenas das crenças e da fé; se tornaram objeto de estudo de uma nova ciência, para quem isso tudo pode e deve ser esmiuçado profundamente.Einstein

Normalmente as “visitas” nada mais são que vítimas dos próprios pacientes, ou simplesmente pessoas que guardaram indevidamente mágoas por tempo demais, essas personagens que vem nos visitar tem uma carga muito grande de sofrimento que querem aliviar, ou mesmo simplesmente deixar de lado, ao reencontrarem seus antigos desafetos. Como falamos anteriormente o tempo e o espaço deixaram de ser barreiras teórico-filosóficas já a muito tempo e, pelo que tenho visto, esses encontros não são só possíveis, como viáveis, é o que já presenciei várias vezes.

O ódio, como o amor, transcende o tempo e o espaço materializando-se nas profundas desavenças que existem entre encarnados e desencarnados, e, pelo que aprendi a entender, só podem ser vencidas pelo entendimento e o perdão mútuos. Como normalmente, no consultório estamos encarando mais problemas e sofrimentos, o ódio entre o paciente e suas “presenças” é lugar comum, mas em algumas poucas exceções, as incursões dessas personagens no presente tem a ver com situações de amizade, românticas ou fraternas, quando isso ocorreu foram de uma beleza que jamais vou esquecer, esse é um dos motivos pelos quais gostaria de dividi-las com vocês.

Homens e mulheres que viveram a algumas décadas ou até centenas de anos atrás, vem nos contar suas histórias, pela boca dos pacientes, cheias de dor e revolta, como se tivessem acontecido à pouco, deixando suas feridas emocionais sangrando até agora, com a nítida  impressão de ter não terem cessado ainda. Às vezes tive que interceder na regressão para permitir um maior entendimento entre as partes envolvidas no problema, paciente e a “presença” do passado, mas em nenhum momento deixei de minhas crenças e valores pessoais atrapalharem o desenrolar do processo e só intervi quando era necessário para proteger o paciente.download

Tive medo a princípio, que ao publicar isso algumas pessoas tivessem a impressão que eu estou simplesmente brandindo argumentos para defender a ideia de vida após a morte, ou me tomassem como mais um místico, mas decidi enfrentar esse medo, pois julgo que todos tem o direito de saber que do outro lado da vida existem muito mais coisas a serem resolvidas do que imaginamos e, talvez conhecendo essas histórias de desacertos, muitas pessoas irão errar menos daqui para a frente. Boa sorte.


1 Comentário

  1. Olá Dr. Ney, vivo algumas situações na minha vida afetiva que já foram identificadas como tendo causas no abandono por parte do meu pai, contudo acredito que a situação vai muito além, pois meus relacionamentos têm repetido o mesmo padrão, inclusive, meu último relacionamento foi muito mais profundo que os demais, o que não me deixou dúvidas de que é algo de outras vidas esse reencontro. Sou espírita e gostaria de saber de que forma você determina se determinado caso é para regressão de vidas.
    Por favor, fico no aguardo de maiores informações sobre como marcar uma consulta e principalmente sobre os valores.
    Desde já agradeço sua atenção.

 

ARQUIVO MORTO

AOS MEUS PACIENTES

Nos últimos 10 anos tive pacientes dos mais diferentes tipos no meu consultório: tive os agradáveis, os difíceis, os que queriam resolver logo sua vida, os que queriam apenas aliviar suas dores, aqueles que não sabiam o que queriam, os curiosos; alguns jovens, corajosos; anciãos às portas da morte, pacientes espiritualizados, céticos, cínicos, com fé demais, com fé de menos, "loucos varridos", pacientes divertidos, prepotentes, alguns amargos; todos de alguma forma doentes... de tudo: do corpo... da alma... do coração; mas todos com algo em comum, a necessidade de dividir suas dúvidas e angústias com alguém, de encontrar uma saída para suas dores e formas de acertar o que estava errado em suas vidas.

(clique aqui para ler na íntegra.)

VÍDEOS

YouTube responded to TubePress with an HTTP 410 - No longer available

CONSULTAS EM MANAUS