sábado, 21 out 2017
Administração

Se enriquecer perdendo

Numa conversa esta semana com uma paciente antiga, verificando todos os seus progressos podemos ambos perceber uma coisa interessante. Ela, que lutou durante tanto tempo (hoje está chegando aos 50 anos), para ter conforto financeiro e estabilidade profissional encontrou uma riqueza muito maior quando deixou a maior parte de suas buscas e angústias para trás, e o mais importante, ficou mais rica quando perdeu justamente aquelas coisas que mais lhe empobreciam. Difícil de entender? Vamos tentar.

Qual é nossa maior riqueza ou quais são nossas maiores misérias? aonde realmente depositamos os verdadeiros valores que nos são mais caros?  No banco em créditos ou em nosso coração? E o que é para nós a maior riqueza afinal?

Jesus disse muito tempo atrás: “Aonde está seu tesouro aí também estará seu coração”, ao homem antigo isso vale tanto quanto ao homem de hoje. Nossos maiores valores são justamente aqueles que nos apaixonam ou nos aprisionam pelas emoções, afinal não tem como nos apaixonarmos por algo que detestamos nem como achar nisso valor nenhum. Mas normalmente nunca pensamos que podemos estar deixando para trás imensas riquezas porquepaz nos iludimos com falsos tesouros. Indo atrás dessas miragens deixamos para trás nossa paz, nossos amores, afetos e família. Priorizamos as coisas erradas achando que as novas aquisições nos darão a verdadeira realização, e encontramos na maioria das vezes apenas o vazio existencial e a solidão. Não conhecendo realmente nosso coração e suas necessidades buscamos nas falsas satisfações do mundo a felicidade jamais encontrada. O que nos falta então? Vou dizer o que descobri com minha paciente S.B.

Ao descobrir que se cobrava muito progresso e resultados tanto financeiros como profissionais que lhe satisfizessem o Ego e as falsas necessidades ela começou lentamente a mudar seu modo de ser e ver o mundo, foi abandonando velhos conceitos e crenças e iniciou uma mudança de vida profissional e familiar muito grande. Inicialmente saiu de um lar que lhe fazia mal e aprisionava a obrigações que não eram dela, depois deixou uma função de chefia de lhe sobrecarregava sobremaneira de estresse, por fim parou de se angustiar por valores que as outras pessoas pareciam lhe impor, de comportamento e relacionamentos. Fazendo isso S.B ficou rica, de coisas que nem o homem mais rico do mundo pode comprar, ficou rica de paz, de serenidade, sentiu-se descansada e com tempo para curtir as coisas que gostava e cessaram suas dúvidas e angústias.

Assim deixando para trás aquilo que lhe aparentemente lhe “enriquecia”: A imagem, o saldo bancário e o reconhecimento alheio, mas lhe tiravam o mais importante, a condição de ser feliz. Foi ficando se enriquecendo de coisas que verdadeiramente importam, e fazem a diferença na vida. S.B ficou rica perdendo, enquanto muitos empobrecem ganhando.

 

Related Posts with Thumbnails
Palavras-chave:,

 

ARQUIVO MORTO

AOS MEUS PACIENTES

Nos últimos 10 anos tive pacientes dos mais diferentes tipos no meu consultório: tive os agradáveis, os difíceis, os que queriam resolver logo sua vida, os que queriam apenas aliviar suas dores, aqueles que não sabiam o que queriam, os curiosos; alguns jovens, corajosos; anciãos às portas da morte, pacientes espiritualizados, céticos, cínicos, com fé demais, com fé de menos, "loucos varridos", pacientes divertidos, prepotentes, alguns amargos; todos de alguma forma doentes... de tudo: do corpo... da alma... do coração; mas todos com algo em comum, a necessidade de dividir suas dúvidas e angústias com alguém, de encontrar uma saída para suas dores e formas de acertar o que estava errado em suas vidas.

(clique aqui para ler na íntegra.)

VÍDEOS

YouTube responded to TubePress with an HTTP 410 - No longer available

CONSULTAS EM MANAUS