domingo, 25 ago 2019
Administração

Dr. Estranho

Assisti ontem o novo filme da Marvel “Dr. Estranho”, uma personagem antiga dos HQ transformado em película que veio com uma pegada mística muito interessante. Além de ser um bom filme de ficção com muita ação ele tem em seu roteiro interessantes colocações sobre um assunto científico que mexe com aquilo que muitas vezes chamamos inapropriadamente de espiritualidade: O chamado espaço-tempo, continuum einsteiniano que embasou nossa atual visão do Universo.

Resumindo, a estória ( sem estragar o filme para quem ainda não o assistiu ) se trata de como podemos entender e interagir com as leis físicas e na eventualidade de altera-las com efeitos que poderíamos chamar de “mágicos”, o que no filme cria uma classe de pessoas dedicadas a proteger o nosso planeta: os magos. Destes uma se destaca, a Maga Suprema, que ao receber o Dr. Estranho para treina-lo em seu templo fornece a ele, e a nós, valiosas lições, claramente baseadas em ensinos orientalistas sobre a existência do homem no universo. É bom esclarecer que para os orientais os ensinos transmitidos nos templos aos monges tem um caráter tão científico como os ocidentais consideram os anos nas universidades como a base de sua formação acadêmica. Além disso espiritualidade não é necessariamente algo de cunho religioso ou, como muitos gostam de propalar, satânico.

302548

Voltando à saga do Dr. Estranho, em seu primeiro encontro com a Maga Suprema ela lhe dá uma aula sobre o que é a vida sem o corpo físico e de como este é apenas o veículo passageiro de nossa consciência imaterial eterna, aquilo que chamamos de espírito (Não sou eu quem deu esse nome, foi ela). Mas, mais interessante do que quando ela lhe mostra que ele pode viver em projeção astral sem seu corpo material é a de que a nossa realidade é mais uma entre tantas, pois o Universo como o conhecemos na realidade não é Uno, mas sim um complexo, constituído de vários “Multiversos” que se interconectam. Isso tem consonância com várias teorias da física atual sobre o assunto, como a Teoria das Cordas, que justamente diz que aquele espaço-tempo existe da conjunção de várias dimensões, onde a realidade teria características distintas. Vale dizer que esse personagem, o Dr. estranho, já tem aproximadamente 40 anos o que só vem confirmar que muitas vezes a ficção antecipa a realidade de forma surpreendente.

A essência do filme é, como sempre, a luta do bem contra o mal, que se mostra aqui de uma forma mais adequada à realidade metafísica que compreendo como a mais perto da verdade. A Maga Suprema lhe conta que existem, dentre os diversos Multiversos, tanto os evoluídos como os atrasados e aqueles francamente maléficos, habitados por seres do mais profundo grau de maldade. E, não, este não é um filme espírita, apesar da sua base orientalista remeter a algumas crenças daquela doutrina. Mas é muito curioso, pois se afina com as experiências que tenho vivido com a transcendência de nossa consciência dentro e fora da Terapia de Vidas Passadas. O que é tempo e espaço para aqueles que não se encontram mais no corpo físico, fora do nosso continuum temporal? Como seria a vida nesses planos e como esta vida em dimensões que estão fora das nossas três visíveis poderiam interferir em nosso plano? Tudo isso são coisas que tenho presenciado e que vocês podem acompanhar neste Blog, principalmente nos Menus: “Experiências espirituais, místicas e regressões interessantes” e no “Visitas do passado”.

O que acontece com o Dr. Estranho inicialmente, quando ele é colocado frente a essas novidades, é a mesma reação de muitas pessoas: Descrença ( acham que isso tudo tem a ver apenas com superstição e misticismo ou associam o que estão vendo a algum estado delirante ou alucinógeno) Rejeição ( Acham que isto é algo demoníaco ou coisa para os ingênuos e ignorantes). Não se dando ao trabalho de questionar sua realidade e perceber que estão presas dentro de uma que foi criada pelos seus próprios conceitos e crenças, sem se permitir viver com outros sentidos que não aqueles em que firmemente acreditam. Mais do que uma boa ficção o roteiro do filme é baseado nas mais modernas teorias físicas e matemáticas e permitem entender a realidade espiritual como mais uma, tão palpável como a nossa própria, que também tem seus anjos e demônios.

Mas voltando ao filme,  o mais importante é que a luta e a superação das forças do bem e do mal são mostradas tanto externas quanto internamente. Externas, na luta das personagens contra o mal encarnado nos vilões e tabém em lutas internas, como na superação do mal que existe dentro do próprio Dr. Estranho, que carrega em sí vários defeitos humanos muito comuns. Ele é extremamente vaidoso, arrogante, prepotente e egoísta, chegando ao ponto da insensibilidade. Tudo isso é posto abaixo quando ele tem que deixar, como ensinou-lhe a Maga Suprema, o seu Ego de lado, para poder sobreviver e evoluir. Ao mesmo tempo o filme nos mostra o quanto é difícil nossa evolução quando a própria Maga também tem seus segredos ocultos que lhe atemorizam a alma. Mas isto fica pra quem assistir o filme.

Related Posts with Thumbnails

 

ARQUIVO MORTO

AOS MEUS PACIENTES

Nos últimos 10 anos tive pacientes dos mais diferentes tipos no meu consultório: tive os agradáveis, os difíceis, os que queriam resolver logo sua vida, os que queriam apenas aliviar suas dores, aqueles que não sabiam o que queriam, os curiosos; alguns jovens, corajosos; anciãos às portas da morte, pacientes espiritualizados, céticos, cínicos, com fé demais, com fé de menos, "loucos varridos", pacientes divertidos, prepotentes, alguns amargos; todos de alguma forma doentes... de tudo: do corpo... da alma... do coração; mas todos com algo em comum, a necessidade de dividir suas dúvidas e angústias com alguém, de encontrar uma saída para suas dores e formas de acertar o que estava errado em suas vidas.

(clique aqui para ler na íntegra.)

CONSULTAS EM MANAUS