quarta-feira, 24 abr 2019
Administração

Nossas misérias

 

 

Imensas decepções

Sarcasmo, pilhérias

Quantas histórias precisamos passar?

Por quantas misérias?

Até descobrir,

Que das más escolhas,

Só sobraram quimeras,

Ilusões deletérias,images (2)

De um ser que verte lágrimas,

Como o sangue das artérias.

Em meio a toda humilhação então,

Só pode o espírito, pedir perdão,

Pelos atrasos erros e falhas,

Como se não estivesse são.

E lamentando o tempo perdido,

Por seu próprio descaso,

Percebe que transformou-se num ser,

Feio e sujo, um arraso,

Que só  no seu ocaso,

Já totalmente deformado,

Queda-se infeliz, por ter deixado

Que sua luz apagasse

E seu amor se esvaísse,

Deixando entrar as misérias,

E que a felicidade saísse,.

 

 

 

 

 

Related Posts with Thumbnails

 

ARQUIVO MORTO

AOS MEUS PACIENTES

Nos últimos 10 anos tive pacientes dos mais diferentes tipos no meu consultório: tive os agradáveis, os difíceis, os que queriam resolver logo sua vida, os que queriam apenas aliviar suas dores, aqueles que não sabiam o que queriam, os curiosos; alguns jovens, corajosos; anciãos às portas da morte, pacientes espiritualizados, céticos, cínicos, com fé demais, com fé de menos, "loucos varridos", pacientes divertidos, prepotentes, alguns amargos; todos de alguma forma doentes... de tudo: do corpo... da alma... do coração; mas todos com algo em comum, a necessidade de dividir suas dúvidas e angústias com alguém, de encontrar uma saída para suas dores e formas de acertar o que estava errado em suas vidas.

(clique aqui para ler na íntegra.)

CONSULTAS EM MANAUS