quinta-feira, 20 jun 2019
Administração

Filhos

DSC00192a

Lembrando dos meus filhos

Tenho sempre, saudades da alegria,

Das brincadeiras, risos e besteiras

Que nos acompanhavam o dia a dia.

Sem perceber tivemos naqueles dias

Em meio a toda a folia

O fim da melancolia,

E de toda e qualquer tristeza,

Pois a felicidade fez de nosso lar sua moradia.

Nos risos de um, na voz alta do outro

Admirava o amor de ambos

Que às diferenças fez-se mouco

E se completavam enfim

De tudo um pouco.

Enquanto um fugia dos estudos e comia de tudo

O outro corria pros livros, comendo bem pouco

O mais velho dormindo de dia

O mais novo, no videogame, feito louco.

Se eu pudesse voltar no tempo

De certeza procuraria, não perder mais tempo

Com falsas alegrias

E promessas de riqueza, todas vazias

Que apenas iludem o coração e a mente vazia.

Meus filhos amados

Frutos de minha paixão

Presentes de Deus, minha emoção

Carinho infinito, sem ilusão

Com amor eterno peço o perdão

Das falhas que tive, sem intenção

Pois mais que tudo, os  amo, além da razão.

 

Related Posts with Thumbnails
Palavras-chave:,

 

ARQUIVO MORTO

AOS MEUS PACIENTES

Nos últimos 10 anos tive pacientes dos mais diferentes tipos no meu consultório: tive os agradáveis, os difíceis, os que queriam resolver logo sua vida, os que queriam apenas aliviar suas dores, aqueles que não sabiam o que queriam, os curiosos; alguns jovens, corajosos; anciãos às portas da morte, pacientes espiritualizados, céticos, cínicos, com fé demais, com fé de menos, "loucos varridos", pacientes divertidos, prepotentes, alguns amargos; todos de alguma forma doentes... de tudo: do corpo... da alma... do coração; mas todos com algo em comum, a necessidade de dividir suas dúvidas e angústias com alguém, de encontrar uma saída para suas dores e formas de acertar o que estava errado em suas vidas.

(clique aqui para ler na íntegra.)

CONSULTAS EM MANAUS