sexta-feira, 23 ago 2019
Administração

Norma Bengell

Morreu hoje a atriz Norma Bengell, nome de peso no meio artístico brasileiro que desde a década de 50 colecionou sucessos e fama, tanto como mulher, símbolo sexual e profissional; admirada por muitos, invejada de certeza por sabe-se lá quantas mulheres de sua geração chegou ao final da vida sozinha, viúva e sem filhos. Lembrei de um post em que falei sobre um assunto em moda hoje, que é o desejo feminino de não ter filhos, e por conseguinte não formarnorma-bengell1 famílias nem descendência, publiquei o dito sob o nome de “Filhos, não obrigada”, título homônimo de várias matérias jornalísticas e de revistas científicas que mostram a mudança de costumes neste novo século.

Estou relembrando essa publicação hoje por que uma das queixas de Norma Bengell mais frequentes, segundo matérias veiculadas pela imprensa, era a de que vivia em muita solidão. Tive que refletir sobre assunto tão sério ouvindo isso, até por que a solidão é uma das queixas mais frequentes no meu consultório. O que é que faz afinal uma pessoa enveredar por este caminho? Isso é intencional ou simples ignorância sobre o porvir da vida?

A conclusão que cheguei é que na raiz do problema está o bom e velho egoísmo, nós sempre tendemos a pensar em nós mesmos com absoluta prevalência e procuramos normalmente o nosso prazer, satisfação e reconhecimento, só isso pode explicar a renúncia por se doar a alguém ou algo como um filho ou uma família, assim teríamos que realmente abdicar de buscas e conquistas pessoais em prol de outrem. Isso é um direito que todos tem, homens e mulheres, ter ou não filhos e família pode parecer uma carga excessivamente pesada para qualquer um, assim quem quiser pode abrir mão desse direito, mas é bom se ter consciência de suas consequências, e o exemplo de Norma Bengell vem bem a calhar para isso.

downloadNa hora em que a velhice chega, a doença bate à porta, a beleza se esvai e os amigos se vão, o reconhecimento deixa de existir e a vaidade se desnuda frente à dura realidade da vida. O que nos sobra então? Só uma coisa: a solidão e o abandono; cuja cura e solução só vem de uma coisa, o afeto verdadeiro de pessoas que nos amem e cuidem, isso é o que vem a ser o maior objetivo de termos uma família em torno de nós. Boa, ruim, melhor ou pior, mas sempre de pessoas afins que podem ser a única ajuda e nos dar o apoio que precisamos quando caímos, e se não dão é possivelmente porque não soubemos cultivar seu amor e afeto.

A ilusão do sucesso material causada pelo orgulho que nos cega e pela vaidade que nos ensoberba é o meio perfeito para cultivarmos nosso egoísmo, desfrutando da vida do que achamos que temos direito e procurando apenas a paixão e o prazer, esquecendo de que somos espíritos existindo na carne para aprender a viver e amar melhor e na família e nos filhos temos, por força da obrigação e responsabilidade, uma escola insubstituível. Aprendamos então, antes que seja tarde e percamos a vida nos descaminhos do egoísmo e da vaidade.

Related Posts with Thumbnails

1 Comentário

  1. O que mais me choca no caso dessa atriz é que a mesma relatou ter feito 14 ABORTOS!! Nós que acreditamos na vida espiritual sabemos as consequências de um ato dessa natureza. Imagine interromper 14 gestações? Sei que não devemos julgar, mas a cada um segundo suas obras. É bem possível que numa próxima encarnação ela sinta na pele o drama de querer muito um filho e não poder gera-lo.

 

ARQUIVO MORTO

AOS MEUS PACIENTES

Nos últimos 10 anos tive pacientes dos mais diferentes tipos no meu consultório: tive os agradáveis, os difíceis, os que queriam resolver logo sua vida, os que queriam apenas aliviar suas dores, aqueles que não sabiam o que queriam, os curiosos; alguns jovens, corajosos; anciãos às portas da morte, pacientes espiritualizados, céticos, cínicos, com fé demais, com fé de menos, "loucos varridos", pacientes divertidos, prepotentes, alguns amargos; todos de alguma forma doentes... de tudo: do corpo... da alma... do coração; mas todos com algo em comum, a necessidade de dividir suas dúvidas e angústias com alguém, de encontrar uma saída para suas dores e formas de acertar o que estava errado em suas vidas.

(clique aqui para ler na íntegra.)

CONSULTAS EM MANAUS