terça-feira, 19 nov 2019
Administração

Meu tratamento espiritual

Tive no último mês uma experiência muito importante e senti na própria pele o resultado do que é um “tratamento espiritual”, vou fazer um breve relato de como as coisas aconteceram para que o leitor também possa eventualmente identificar e saber reconhecer problemas similares aos que me levaram a buscar esse tipo de solução que é muitíssimo eficiente para coisas que tão comuns como mal explicadas pelas ciências ortodoxas, que são as doenças do espírito

Os meus problemas se iniciaram com uma febre alta, aparentemente sem causa aparente, acompanhada de muita indisposição que chegava a me deixar realmente prostrado. Essa febre, que começou sem hora certa, depois de duas semanas se restringiu às primeiras horas da noite, piorando até a madrugada, mais baixa, nessa ocasiões ficava insone, desconfortável e me sentindo muito mal, pois minha temperatura oscilava de forma estranha o que me fazia suar demais. Pela manhã melhorava um pouco, mas ficava completamente sem apetite e com uma fraqueza muito grande pelo resto do dia.

Meu estado geral foi piorando rapidamente e além de todos aqueles sintomas tinha um que realmente era muito estranho: eu me sentia fora do mundo, zonzo, alheio às coisas ao meu derredor como se não pudesse interagir com as coisas e as pessoas de forma normal e completa; emagreci rapidamente e meu estado de ânimo estava péssimo. Após duas semanas procurei auxílio médico, suspeitando de um algum problema infeccioso e fiz um bateria de exames, incluindo sangue, urina e um ultra-som, mas nada foi detectado de anormal, apenas dois micro-cálculos nos rins, um em cada, que  foram a única coisa  suspeita de ser a fonte da febre, comecei a ficar desalentado e preocupado, mas mesmo assim os médicos de medicaram com antibióticos, pois a suspeita era de uma infecção urinária . Nesse período fui  à uma consulta em um hospital espírita de Manaus, Amazonas — Brasil, chamado de Sagrado Coração  de Jesus, aí tive o socorro que necessitava, não sem algumas surpresas.

Das surpresas que tive nesse local, a primeira foi a quantidade de pessoas atendidas diariamente, mais de uma centena; outra foi do tipo de tratamento oferecido, que vai das terapias da alma e do corpo das mais diversas, como depressão e câncer. Outra surpresa foi na hora na consulta, feita pela médium que coordena o hospital, “incorporada” por um médico espiritual; esse aspecto reservou a surpresa maior e vou contar porque. Ao me receber a médium pereceu buscar e checar exames no ar, como se estivesse analisando seus resultados,  falava com seres invisíveis, me pareceram outros médicos, coisas sobre o meu estado, fez umas poucas perguntas e disparou exatamente o que até então sabia de meu problema: que eu tinha dois cálculos renais e uma infecção urinária séria. Isso foi deveras impressionante, pois não havia meios físicos que permitissem a médium chegar àquela possibilidade de diagnóstico que só foi possível no hospital que procurei após vários exames e duas consultas; o médico/médium chamou de imediato uma auxiliar e disse-lhe que eu deveria ser encaminhado à cirurgia sem embargos, pois meu estado era preocupante, fui sem pestanejar, tanto pela necessidade de melhoras como pela confiança que o acerto no diagnóstico me deu.

Ao chegar  local fui encaminhado à um leito e fiquei aguardando atendimento. As cirurgias lá são coletivas e realizadas em uma enfermaria dentro do hospital que dispõe de uns trinta e poucos leitos. Depois de alguns poucos minutos a médium incorporada chegou e começou a visitar os leitos, ao chegar ao meu começou novamente a mexer como que em aparelhos invisíveis e a conversar com outros “médicos” e auxiliares invisíveis, fazia isso em línguas que pareciam ser o inglês, o francês e algo como uma língua germânica, todas com forte sotaque.  Passou três vezes em meu leito enquanto estive lá, e em todas mexia em meus braços e meu abdômen como se tivesse injetando ou irradiando algo no local.

Fui liberado em mais ou menos uma hora me sentindo mais reconfortado do que realmente melhor, com a recomendação de retornar à enfermaria para fazer durante 3 semanas, três “curativos” consecutivos. Passei a primeira semana sentindo algumas poucas melhoras e retornei para fazer o primeiro curativo após uma semana, nesse dia dentro da enfermaria me senti muito mal, a sensação de frio foi muito intensa, apesar de não estar com febre, tremia e pedi mais uma coberta, pois o frio estava insuportável, e só melhorou quando uma das auxiliares me deu um passe.

Saí dali me sentindo um pouco melhor e na saída ao reencontrar a médium ela me perguntou como estava, lhe disse que um pouco melhor e novamente ela me surpreendeu me dizendo que meus problemas não eram apenas aqueles que havia dito no  início, que eu também estava sofrendo de problemas a nível espiritual com um tipo de obsessão feita por vários espíritos do astral, que queriam realmente o meu fim. Ao ouvir aquilo algo ressoou em meu interior como se tivesse sido realmente esclarecido a origem dos obscuros sintomas que estava sentindo e, só por saber disso, já me senti melhor, pois a ignorância sobre a causa de meu problema me angustiava. Ela me recomendou outro tipo de tratamento específico para a obsessão que estava sofrendo, independente do outro, e feito em outra sala do hospital e que duraria sete dias consecutivos, chamado “7 passes”. Retornei para mais uma semana de espera, enquanto isso fui ao hospital “normal” para mais uma consulta, sem novidades aparentes.tratamento espiritual

Após esse segundo “curativo” comecei a me sentir melhor e meu ânimo foi se e restabelecendo, a febre foi desaparecendo gradativamente e meu apetite retornou em grande parte; embora ainda me sentindo fragilizado e fraco as melhoras eram consistentes e fisicamente inexplicáveis. Sentia que meu espirito se curava e voltava a ter saúde, minhas emoções embotadas e estado de afastamento do mundo e das pessoas cessou.

Voltei às atividades normais com uma rapidez que me surpreendeu, em vista do desânimo em que me encontrava, mas ainda tinha dúvidas sobre o destino dos cálculos que deram origem à todo o problema, mas isso foi sanado quatro meses depois. Disposto a cuidar melhor de minha saúde fiz um check-up médico e dentre os exames estava uma ressonância por onde pude averiguar o resultado do tratamento. Entre os vários termos técnicos do laudo estava o que eu queria ver: a descrição do estado dos meus rins, e lá inequivocamente, o médico dizia que meus rins apresentavam-se normais, sem cálculos e, o mais impressionante, com a aparência de quem tinham sofrido uma “infecção renal e/ou uma cirurgia”. A partir daí qualquer dúvida que eu tivesse sofre a qualidade de resultado desse tipo de tratamento cessou.

Related Posts with Thumbnails

1 Comentário

  1. Assino embaixo do seu relato. Meu esposo foi atendido lá a mais de 10 anos. A médium e sua equipe de médicos espirituais são implacáveis.
    Ele faleceu mas o meu respeito e consideração por este hospital permanece. Estou feliz em saber que ainda estão fazendo seu trabalho maravilhosamente.
    Amor e luz

 

ARQUIVO MORTO

AOS MEUS PACIENTES

Nos últimos 10 anos tive pacientes dos mais diferentes tipos no meu consultório: tive os agradáveis, os difíceis, os que queriam resolver logo sua vida, os que queriam apenas aliviar suas dores, aqueles que não sabiam o que queriam, os curiosos; alguns jovens, corajosos; anciãos às portas da morte, pacientes espiritualizados, céticos, cínicos, com fé demais, com fé de menos, "loucos varridos", pacientes divertidos, prepotentes, alguns amargos; todos de alguma forma doentes... de tudo: do corpo... da alma... do coração; mas todos com algo em comum, a necessidade de dividir suas dúvidas e angústias com alguém, de encontrar uma saída para suas dores e formas de acertar o que estava errado em suas vidas.

(clique aqui para ler na íntegra.)

CONSULTAS EM MANAUS