domingo, 25 ago 2019
Administração

Viver com sabedoria

poesiaNascer, crescer, viver, morrer, pra que?

Cuidar, sofrer, correr, porque?

Trabalhar, estudar, batalhar pra no fim, perecer?

Se não, o que?

Tolices que fazem da vida,

Uma imensa prosódia de melancolias

Onde colecionamos ódios e hipocrisias,

Ao invés de bons momentos e alegrias.

Corremos atrás de ilusões cada vez mais arredias,

Com sofreguidão, vivemos de amarguras e letargias

Coisas pobres, podres e vazias,

Suficientes apenas para satisfazer nossas tolas idiossincrasias.

Quando poderíamos apenas,

Sentir, amar, assistir o entardecer..

Ver nossos filhos crescer

Curtir a pele macia, o pêlo eriçado, a vida vadia,

Ter tudo o mais, com muita  poesia,

Fazendo de nossa vida uma imensa paisagem de festa e alegria.

Para o coração, os olhos, com a mente vazia,

Bastando a isso termos a valentia,

De por de lado, nossa covardia,

E viver o mundo e os dias, com euforia,

Na paz do senhor, que nos daria

Vida e morte,

Com sabedoria.

 

Related Posts with Thumbnails
Palavras-chave:, , , ,

 

ARQUIVO MORTO

AOS MEUS PACIENTES

Nos últimos 10 anos tive pacientes dos mais diferentes tipos no meu consultório: tive os agradáveis, os difíceis, os que queriam resolver logo sua vida, os que queriam apenas aliviar suas dores, aqueles que não sabiam o que queriam, os curiosos; alguns jovens, corajosos; anciãos às portas da morte, pacientes espiritualizados, céticos, cínicos, com fé demais, com fé de menos, "loucos varridos", pacientes divertidos, prepotentes, alguns amargos; todos de alguma forma doentes... de tudo: do corpo... da alma... do coração; mas todos com algo em comum, a necessidade de dividir suas dúvidas e angústias com alguém, de encontrar uma saída para suas dores e formas de acertar o que estava errado em suas vidas.

(clique aqui para ler na íntegra.)

CONSULTAS EM MANAUS